segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Persiste

Se você é capaz de manter sua calma quando todo mundo ao redor já a perdeu e te culpa; se você conseguir acreditar em si mesmo quando todos estão duvidando, e para esses no entanto achar uma desculpa

Se você é capaz de esperar sem se desesperar ou, enganado, não mentir ao mentiroso; ou sendo odiado, sempre ao ódio se esquivar, e não parecer bom demais, e nem pretensioso

Se você é capaz de pensar sem se iludir, e de sonhar, sem fazer dos sonhos teus senhores; e se você, encontrando a Desgraça e o Triunfo, conseguir tratar da mesma forma a esses 2 impostores

Se você é capaz de, entre a plebe, não te corromper, e entre reis, não perder a naturalidade; e defender seus amigos, sejam bons ou maus, se a todos puder ser de alguma utilidade

E, se você é capaz de arriscar, numa única aposta, tudo o que já ganhou em toda a sua vida; e mesmo se perder, sem nunca dizer nada, de cabeça erguida tornar ao ponto de partida

Então, você deveria ter orgulho disso! 

Vivendo ao máximo, forçando todos os seus membros, coração, nervos, músculos, tudo!

Seja o que for, sempre dar toda sua força que ainda existe, e seja o que aconteça, você continuar, mesmo exausto e, contudo, irá restar a vontade que ainda te ordena: Persiste!!

Se você é capaz de dar, no minuto fatal, segundo por segundo, todo seu valor e brilho

Então persiste, busca o melhor do teu orgulho!!

- - - - -

Texto baseado no poema "If", de Rudyard Kipling

Nenhum comentário:

Postar um comentário